Alterar
idioma
Órgãos públicos estão contratando serviços de SMS pirata, alerta MEF

Órgãos públicos estão contratando serviços de SMS pirata, alerta MEF

Para chamar atenção para o problema, a entidade, junto com seus membros (Movile, Spring Wireless e Zenvia), criou uma campanha contra o SMS pirata.
O objetivo é educar o mercado sobre os riscos de contratarem piratas; fiscalizar, denunciando à Anatel e à Receita Federal quem atua incorretamente; e promover a divulgação daquelas empresas que têm conexão direta com as operadoras, atuando legalmente.
No site criado para expor o problema, será divulgada em abril a lista das companhias que seguem corretamente as regras do mercado.
ENGANO COMUM
Segundo a reportagem, a lista de órgãos enganados tem, por exemplo, o Tribunal Regional Eleitoral (TER) nordestino e a Defesa Civil do Rio de Janeiro, que descobriu o serviço ilegal ao não conseguir enviar mensagens para pessoas em área de risco de deslizamento na região serrana.
O diretor geral do MEF na América Latina, Rafael Pellon, diz que há diversos editais que não se preocupam com a verificação da legalidade das conexões do contratado.
Por isso, para evitar a participação de empresas de SMS pirata em licitações o documento deve exigir comprovantes de contrato de conexão com as operadoras móveis brasileiras.
A Mobile Time também mostra um exemplo de edital que é apontado por integradores e pelo MEF como um exemplo a ser seguido.
A licitação do Ministério da Educação (MEC), de dezembro de 2012, para o envio de 91 milhões mensagens de texto ao Inep, FNDE e Capes teve como vencedora a gaúcha Zenvia, por cumprir as rigorosas exigências.
O texto especifica que a necessidade de um atestado de capacidade técnica comprovando "a execução de serviços de envio de SMS para todo o território nacional, através das operadoras de telefonia móvel".
COMO BURLAM?
Os serviços ilegais de entrega de SMS muitas vezes fazem o envio de fora do país, por meio de conexões de roaming internacional. Para combatê-las, as teles fecham as estradas quando percebem um tráfego maior que o normal.
Também é possível piratear com equipamentos onde são instalados diversos SIMcards de operadoras para o disparo simultâneo de milhares de mensagens. Quando o uso é percebido, essas empresas são denunciadas para a Anatel, pois há o uso abusivo do serviço peer-to-peer.
Em uma busca na internet é possível perceber que muitas cobram valores abaixo do mercado, com pagamento via cartão de crédito internacional.
Os preços oficiais, incluindo os custos das teles e os impostos, giram em torno de R$ 0,16 por mensagem em um pacote com 100 mil mensagens, podendo chegar a R$ 0,08, quando se trata de volumes acima de 1 milhão de mensagens.
A matéria aponta que que atualmente 40% do tráfego de SMS corporativo no Brasil é oriundo de empresas piratas.

Fonte: Baguete
Data: 20/03/2012
Link: http://www.baguete.com.br/noticias/20/03/2013/servico-de-sms-pirata-engana-ate-orgaos-publicos

voltar
SMS Oficial
SMS Oficial

Atenção!

Você é cliente da Vivo, faça a sua denúncia para o número 7726

Ok, entendi